O manto da boa idade

Vida que junto dividimos,
momentos que só nós sabemos
eu os guardo no peito,
um a um, do meu jeito.

Quantas rimas
entoam as falas
numa tarde de domingo,
quando os olhos enxergam
o pleno viver que nos dá brilho.

O tempo passa,
as horas nos são levadas,
na noite morna
enquanto estamos lado a lado.
Ainda ouço as batidas do seu coração
no mesmo compasso.

Você e eu
uma vida
que se estende pra longevidade.
Lentamente seguimos
sob o manto
da boa idade.


Helga Ivoní Viezzer (Santa Catarina, 1952). Membro do Clube da Poesia de Toledo (PR), acadêmica fundadora da cadeira 08 da Academia de Letras de Toledo (ALT), Paraná.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.

Um comentário sobre ldquo;Dossiê de Literatura Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Helga Ivoní Viezzer

Deixe uma resposta