Poema sem título

É difícil suportar essa sensibilidade
que sinto mundo
que sinto muito, que sinto parte. . .
nem sei que seria de mim
sem a arte pra aliviar
o latejo que sinto
na carne


Junior Bonfá (Rio Bananal, Espírito Santo, 1992). Psicólogo. Mestrando em Psicologia Institucional pela UFES. Poeta publicado em diversas antologias. Primeiro colocado no XVI Concurso Nacional PoeArt de Literatura (2016) e no III Concurso Nacional Viagem pela Escrita (2016).

Posted by:Souza Pereira

Souza Pereira (Recife, 1994). Escritor e Editor chefe da Revista Philos. Biomédico e Mestre em Genética pela Universidade Federal de Pernambuco. Cursou História crítica e social do pensamento, da literatura e das Artes (Portugal). É co-fundador da casa editorial Camará Cartonera e do Espaço Cultural Maus Hábitos (Brasil). Autor dos livros A tarde dos elefantes e outros contos (2014), Polissemia (2015) e Olhos de Onda (2016). Artista visual e colaborador do Espacio Cultural Violeta (Chile) e do Colóquio Escrever nas Margens (Portugal). Colabora com diversas revistas de literatura latina na Europa e América Latina.

One thought on “Dossiê de Literatura Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Junior Bonfá

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s