canção de outono –
folhas levadas ao vento
dão espaço ao broto

livro de memórias –
no sono eterno da avó
silenciam lembranças.

chuva de granizo –
no chão, pétalas e folhas
deixam nua a Três-Marias

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.

Um comentário sobre ldquo;Dossiê de Literatura Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Ana Welter

Deixe uma resposta