Saudade é um choro
hiperbólico
que suplica permanência
com um coração
aquecido de
lembranças inflamáveis,
combustão
de impetuosas angústias
insistentes em coabitarem
o corpo
progressivamente em
chamas


Larissa Vahia (Rio de Janeiro, 1996). Poetisa e estudante de medicina veterinária.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.

Um comentário sobre ldquo;Saudade, Larissa Vahia

Deixe uma resposta