Dádivas do verão

Luminoso
E ardente
O verão seduz
Esparrama
Por toda parte
Poderosos raios de sol
A nos bronzear
E encantar!
Espicha os dias
Quentes
Oferece longas
E preguiçosas
Tardes douradas
Até vislumbrar a lua
A nos iluminar
E abençoar!


Laila de Mauro (Serra dos Aimorés, 1953). Professora aposentada da Secretaria de Estado da Educação do DF. Mestre em Educação, nos últimos anos tem atuado no Ensino Superior.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.

Um comentário sobre ldquo;Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Laila de Mauro

Deixe uma resposta