Tempo

Vi o tempo passando
Faceiro
E passou novamente
Companheiro
E tornou a passar
Ligeiro
E passa daqui
Passa de lá
Acabou passando
Hoje ainda passa…
Pausado
Controlado
Até não mais passar
Findado!


Le Melo (Osaco, São Paulo, 1967). Poetisa com publicações para o público adulto e infantil. Participação em coletâneas e publicação na Revista Philos por duas vezes.

Posted by:Jorge Pereira

Produtor cultural e agente literário pernambucano baseado no Rio de Janeiro e São Paulo. Fundador da Casa Philos e editor-chefe da Revista Philos. Curador de festivais literários e de arte contemporânea.

Uma resposta para “Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Le Melo

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s