Haicai

espuma de sal
sigo o ioiô de verão
toca o celular


Eliana Machado (Brasil, 1968). Poetiza, escritora, tradutora e editora. Obras: Blanco en el blanco; Locus Brasilis; Succès Intimes; À Queima-roupa; Sete contos brasileiros; Brasil: aventura interior. Prêmios: Excelência Literária (UHE, 2016). Melhor Autor Estrangeiro – Union de la Presse Francophone de Monaco (UPF, 2014).

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.

2 comentários sobre “Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Eliana Machado

Deixe uma resposta