Desacerto

eu quis suja
ela quis limpa

eu quis par
ela quis ímpar

eu quis grossa
ela quis fina

eu quis Finlândia
ela quis China

eu quis bagunça
ela quis faxina.


Filipe Rassi (Patos de Minas, 1989). Poeta e vocalista de banda de rock, que descobriu a verdadeira necessidade da poesia após algumas estadias em hospitais psiquiátricos e no inferno.

Posted by:Jorge Pereira

Produtor cultural e agente literário pernambucano baseado no Rio de Janeiro e São Paulo. Fundador da Casa Philos e editor-chefe da Revista Philos. Curador de festivais literários e de arte contemporânea.

Uma resposta para “Neolatina: Mostra de poesia lusófona, por Filipe Rassi

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s