cissiparidade

somente um havia.
agora, em menos de uma hora,
eram dois que eu via…

papel invisível

papel invisível:
nas páginas suas, finas,
há vida intangível…

fênix

o dom verdadeiro
do ser humano: nascer
novo, por inteiro…

cruzeiro do sul

luzindo no céu
azul do hemisfério sul,
cruzeiro sem véu…

gota d’água

uma simples gota…
calado, o lago parado
vê a calma rota…

mundo interior

círculo primeiro…
no mundo interior, fundo,
cabe o homem, inteiro…


Carlos Alberto Bittar Filho (São Paulo, 1969). Advogado; autor de obras jurídicas e literárias (livro “Nanopoética: haicai”-Ed. Scortecci, 2016 e antologias) e vencedor do concurso “Haicai-Poética Atemporal”.

Posted by:Jorge Pereira

Produtor cultural e agente literário pernambucano baseado no Rio de Janeiro e São Paulo. Fundador da Casa Philos e editor-chefe da Revista Philos. Curador de festivais literários e de arte contemporânea.