Eu não

Dizem
que só escrevo poemas de amor
quando, sendo honesta,
os poemas que se escrevem.

No papel encontram o amor
das rimas que não fiz.
Vêem nos beijos que não dei
aquilo que não me tornei.

Não me atrevi a ser poesia,
me contento em ser quem publica
todo esse amor
que dirão que me faltou.


Giulia Ramos (Rio de Janeiro, Brasil, 2001). É uma jovem excitada com as possibilidades. Apesar da pouca experiência de vida, a escritora nos mostra um gradativo amadurecimento de sua obra poética, criando uma relação professoral com seus leitores, dialogando com a juventude em uma face a face com a realidade cotidiana.

Posted by:Jorge Pereira

Produtor cultural e agente literário pernambucano baseado no Rio de Janeiro e São Paulo. Fundador da Casa Philos e editor-chefe da Revista Philos. Curador de festivais literários e de arte contemporânea.