banho

Acordo maré
Durmo cachoeira
Embaixo, sou doce
Em cima, salgada
Meu músculo musgo
Me enche de areia
E fico limpeza debaixo da água
Misturo sólidos com os meus líquidos
Dissolvo o pranto com a minha baba
Quando ‘tá seco, logo umedeço
Eu não obedeço porque sou molhada
Enxáguo a nascente
Lavo a porra toda
Pra maresia combinar com o meu rio, viu?
Minha lagoa engolindo a sua boca
Eu vou pingar em quem até já me cuspiu, viu?
Enxáguo a nascente
Lavo a porra toda
Pra maresia combinar com o meu rio, viu?
Minha lagoa engolindo a sua boca
Eu vou pingar em quem até já me cuspiu, viu?
Enxáguo a nascente
Lavo a porra toda
Pra maresia combinar com o meu rio, viu?
Minha lagoa engolindo a sua boca
Eu vou pingar em quem até já me cuspiu, viu?
Enxáguo a nascente
Lavo a porra toda
Pra maresia combinar com o meu rio, viu?
Minha lagoa engolindo a sua boca
Eu vou pingar em quem até já me cuspiu, viu?


Elza Gomes da Conceição (Rio de Janeiro, Brasil, 1930). Uma das mais célebres e multipremiadas cantoras brasileiras, fora considerada pela BBC londrina a cantora brasileira do milênio.

Posted by:Jorge Pereira

Produtor cultural e agente literário pernambucano baseado no Rio de Janeiro e São Paulo. Fundador da Casa Philos e editor-chefe da Revista Philos. Curador de festivais literários e de arte contemporânea.