Em 2018, a Philos – Revista de Literatura da União Latina expandiu suas atividades e focou na pluralidade de autores, artistas, estilos e linguagens da neolatinidade.

O Programa Editorial da Philos Ano IV concentrou-se em explorar o papel da literatura na construção da identidade cultural brasileira. As ações foram desenvolvidas para identificar, revelar e valorizar o patrimônio material e imaterial dos nossos povos. Para além da curadoria feita junto a grupos de povos originários do México, Guatemala, Argentina, Chile e Brasil; e ações em comunidades quilombolas e ribeirinhas em Pernambuco e Alagoas (Brasil). Na palavras de Cristina Judar, Prêmio São Paulo de Literatura, durante as atividades da Casa Philos na Flip 2018 a Philos “[…] é um projeto imprescindível para divulgar a literatura dos novos autores, principalmente das minorias. Não há um outro projeto literário que faça tão bem esse processo de visibilidade como a Philos”.

O que fizemos pela neolatinidade durante esse terceiro ano de existência? Aprofundamos o nosso compromisso com a igualdade de gênero; participamos do 10º relatório de Cooperação Sul-Sul da Secretaria Geral da Ibero-América, através de pautas para políticas de coesão social por meio da educação. Renomados pesquisadores somaram forças ao nosso projeto; contribuímos com a digitalização de bens culturais e artísticas da agenda cultural digital e realizamos escutas durante a cúpula dos Povos Indígenas da América Latina e Caribe. Leia o relatório anual de atividades da Philos – Revista de Literatura da União Latina e saiba como fazer parte das nossas ações.

“São esses movimentos como a Casa Philos que fazem com que a cultura seja cada vez mais disseminada no Brasil. É a primeira vez deles na Flip e chegaram com um programa incrível. O Sesc se alegra de estar próximo dessas iniciativas”. – MARCO REGO, Diretor de Cultura do Sesc durante entrevista para a Rádio MEC na Flip 2018

“A Philos é um dos maiores e mais importantes projetos de literatura do país”. – KATY NAVARRO, Jornalista e apresentadora do programa Conversa com o Autor, da Rádio MEC

“A Casa Philos é um espaço de liberdade e de criação, espaço que rompe a barreira dos interditos. Assim como a Casa Philos, a Revista Philos está mexendo no mundo editorial e da cultura, na Philos o artista está sempre à serviço da liberdade”. – GODOFREDO DE OLIVEIRA NETO, Prêmio Jabuti e Professor de Literatura da UFRJ

 

Philos 2018

Para realizar o download do relatório da Philos, clicar sobre a imagem da capa ao lado. Para realizar la descarga del cuaderno de la Philos, hacer clic sobre la imagen de portadas al lado. Per scaricare il quaderno della Philos , clicca sulla immagine della copertina della porta accanto.

Posted by:Jorge Pereira

Produtor cultural pernambucano baseado no Rio de Janeiro. Fundador da Casa Philos e editor-chefe da Revista Philos. Curador de festivais literários e de arte contemporânea.