Iwel´a matche ta n´ayhumin matche ta othamil o´is amej ta honatsi la hutunpe honhat, la hutunche on´ayij iche ta honatsi oyik ta ow´ilek ta otyajche hal´äy wet matche ta hois amej lahutun n´okwe wet paj ta oyam ow´et akaswatha tsi otham onam oisej iwel´a hap ta tamenej ta ohumin wuj ta tach´otn´oye hap iwel´a. Tew´oye hap wichi ta tiyajey tewok matche ta thamil isej tsi iwel´a ihutunpe thamil wet ap thamil hiw´enpe thamil lalänhay m´ek ta thamil ilan wet iwel´a ihutunpe.

Mucho te estimo, querida luna, eres la que nos favorece en tiempos de oscuridad, iluminas a la naturaleza. En mi caminar por las noches como cazador iluminas suavemente mi caminar, qué importante recibir de ti, tu suave iluminar me hace superar peligros en el monte. A la hora del regreso al hogar nos hace feliz tu suave luz. Luna querida, con tu luz iluminas suavemente las sendas de los pescadores, pacificamente iluminas lo que el hombre marisca.

Te estimo muito, querida lua, você é a que nos favorece quando está escuro, ilumina a natureza. Em meu caminhar pelas noites como caçador ilumina suavemente meu caminho, que importante receber de ti, teu suave iluminar me faz superar perigos na floresta. Na hora do regresso para casa nos faz feliz a tua suave luz. Lua querida, com tua luz ilumina suavemente os caminhos dos pescadores, tranquilamente ilumina o que o homem marisca.


Cesar Ortiz é uma criança indígena de língua Qom, pertencente ao Povo Toba, da Argentina. Através do programa IberCulturaViva, a Philos em parceria com a SEGIB – Secretaria Geral Ibero-Americana fomentou a publicação de textos em línguas originais dos povos ameríndios e suas respectivas traduções ao espanhol e português.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.