¡Tewokw, tewokw, tewokw!
Wuj ta n´aihumin tsi matche
Ta o´is amej wet wuj ta okäjthi amej.
Nithok w´ahat ta i´amej tsi ahäpe inat ta iwo
law´atshancheyaja wahat thayis
Ta w´enhahiche ta othamil oisejpej häp
Lawhay ta nehläs
Wuj ta okajthi amej, wet y´ajet wichi ta ipe
honhat ta wuj ta akäswethä.

¡Río, río, río!
Mucho te quiero porque
De ti dependo y muy agradecido estoy por tu
existir.
Los peces están contigo
eres el que brinda vida a todos los peces.
De vos revivimos nuestras fuerzas
las diferentes especies de la naturaleza
En momentos de grandes sequías.
Muy contento estoy por vos,
también la humanidad en el mundo muy feliz
está
por vos.

Rio, rio, rio!
Te quero muito porque
Dependo de ti e sou muito grato por tu
existir.
Os peixes estão contigo
és o que brinda vida a todos os peixes.
De você renovamos nossas forças
as diferentes espécies da natureza
Em momentos de grandes secas.
Estou muito contente por você,
também a humanidade no mundo está muito
feliz
por você.


Eduardo Pérez é uma criança indígena de língua Pilaga, da Argentina. Através do programa IberCulturaViva, a Philos em parceria com a SEGIB – Secretaria Geral Ibero-Americana fomentou a publicação de textos em línguas originais dos povos ameríndios e suas respectivas traduções ao espanhol e português.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.