Os diários de bordo —cuadernos de bitácoras— eram muito usados em viagens de exploração para o registro de todos os eventos que ocorriam durante a jornada: mudanças de temperatura, ventos, decisões sobre rotas, eventos inesperados e reflexões. Como um todo, esse conjunto de notas e relatos formam uma história que ajuda a conhecer as experiências daqueles que se aventuraram por lugares onde nem todos chegaram ainda.

Pensando nisso, pedimos que dez artistas visuais do coletivo chileno Arsfactus, desenvolvessem diários de bordo para narrar as suas experiências durante a residência «Traspasos», que ocorreu em junho do ano passado no Bodegón Cultural de Los Vilos, no Chile. Os trabalhos fizeram parte da mostra «Diario de un viaje» e terão espaço no Finart — Festival Internacional de Artes Gráficas, em São Paulo.

«Diário de uma viagem» é parte do projeto de itinerância do Finart, que busca desenvolver residências de arte e literatura em diversos países Ibero-americanos [1]. As obras desenvolvidas a partir da residência são um reflexo do que Denise Blanchard, Amelia Errázuriz, Sol Germain, María Hurtado, Maite Izquierdo, María José Mir, Carolina Oltra, Cileni Pasten, Eliana Simonetti, Carola Trimano, Guadalupe Valdés e Ángela Wilson viveram durante aqueles dias de junho em Los Vilos. Para as artistas, a residência significou sair de suas zonas de conforto e lugares de trabalho, uma vez que haviam viajado de São Paulo, Salamanca e Santiago para desenvolver laços de cooperação entre mulheres. Em tempos de repensar as nossas relações com o espaço e o tempo, as obras dessa mostra são um convite aos espectadores para recebê-las com olhares que os transportem para novas geografias.

Os relatos e escritos das artistas serão traduzidos e publicados na edição da Revista Philos de novembro, dedicada ao Finart 2020. Até lá, você pode assistir aos registros dos 7 dias de residência do coletivo Arsfactus, documentados e dirigidos pela cineasta María Hurtado Izquierdo, da Ruda Films:


Acompanhe a Philos nas redes sociais do Instagram, Facebook e Twitter. Saiba mais sobre o coletivo Arsfactus e sobre o Finart – Festival Internacional de Artes Gráficas. [1] Em 2019 o festival itinerou para o Chile e a Itália. Em junho as atividades foram realizadas com o coletivo Arsfactus, em Los Vilos; em novembro, as ações ocorreram nas galerias Gate44 e Office Project Room, em Milão.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.