Adormecer com as estrelas
e um beijo de pétalas
nos lábios semeado
enquanto a lua cintila
no tecto do coração:
é o justo instante
do breve sorriso branco
é a justa imagem
para nos olhos morrer
antes da viagem sem nome
sempre que o dia for
pura embriaguez de luz


Pedro Belo Clara (Lisboa, Portugal, 1986). Ocasional prelector de sessões literárias, colaborador e colunista de diversas publicações portuguesas e brasileiras, autor de três blogues e de seis livros, entre poesia e prosa.

Spazio, ilustração de Cecilia Campironi, colaboradora da Philos da Itália.

Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.