apresentamos o livro hídrica – palavra em estado de mergulho, de pam araújo, a ser lançado pela casa philos no catálogo de primavera-verão. uma obra que une a poesia da famosa artista paulista com as fotografias e colagens incríveis de thales banzai.

hídrica é um livro para quem quer abandonar o medo. de mergulhar. de sentir. de beber. de aplacar a sede de mundo. a segunda obra de pam araújo é madura, segura e fala do lado de dentro. é sobre ser mulher e carregar em si todas as águas que alagam o mundo – ou os mundos. é poesia em estado molhado. palavra que escorre, escoa, ecoa. são gritos que não podem mais ficar presos. poesia urgente por partilha. hídrica é poesia-gozo e eu estou satisfeita. hídrica é um livro de quem já atravessou os próprios temores, temporais e está do outro lado, livre. — jéssica balbino

Hídrica, de Pam Araújo com fotografias e colagens de Thales Banzai. Clique e Compre na Pré-venda!

hídrica – palavra em estado de mergulho
Pam Araújo com fotografias de Thales Banzai
Em pré-venda no catálogo até 25 de novembro
Casa Philos (verão de 2021)

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR

hídrica – palavra em estado de mergulho é um convite à transbordar de si em pam araújo. ao nos respirar dela, o que a gente ganha é mais tempo pra entender nossos vários mares abertos. a poesia que escorre por essas páginas é sobre nadar em tempos de seca… uma mistura-mandinga de tom zé, são jorge, são paulo, de bom-dia e sexy-sementes. crua coragem do corpo escrito de uma mulher poeta. é tudo o que a gente espera e sal e afeto e mais. na genialidade de Pam, ao final, mesmo depois de tanto balanço e de água até o pescoço, sentimos os pés na areia e estamos prontos pra mergulhar… de novo. — nalü romano


pam araújo escreve desde que se entende por gente dos diários derramados de poeminhas até o grito que desentalou em 2012 quando conheceu os saraus, iniciou a apresentação física de seus poemas através de fanzines servielas (2013) e fotossinta-se (2014) em 2016 co-idealiza o slam das minas sp. participou de algumas antologias e em 2017 lançou seu primeiro respiro em solo escrito “buraco” do ser mulher um salto pra fora da escuridão, com uma segunda vista buraco tem sua segunda edição em 2018. em 2020 num nado poético chega com seu novo livro “hídrica, palavra em estado de mergulho” com a editora philos. feito de tudo que poderia afogar, mas resolveu beber.


leia mais da autora na philos:

Um poema de Pam Araújo


  • Sugerimos a forma de envio “Philos Entrega”, através do serviço de remessa de impressos pelos Correios em território nacional e por nossos eco-ciclistas no Rio de Janeiro. A Philos entrega ocorre toda as terças-feiras do mês.
  • Para aquisição e entrega de exemplares no exterior, pedimos a gentileza de contato direto pelo interessado, no e-mail comercial@revistaphilos.com
  • ATENÇÃO: Livro em pré-venda. As entregas começarão a ser feitas a partir de dezembro.
Publicado por:Jorge Pereira

Recifense, produtor cultural, editor-chefe da Revista Philos e criador da Casa Philos.