Como parte da coluna dos Confraccionistas, apresentamos o espaço Pequenos estudos, dedicado a estudos a partir de temas ligados ao cotidiano atroz. Dramaturgia do cansaço – Poemas para tempos de pandemia, pequeno estudo sobre a lucidez em Álvaro de Campos, por Jerônimo Bittencourt:

Estudo #1
Dramaturgia do cansaço – Poemas para tempos de pandemia
Pequeno estudo sobre a lucidez em Álvaro de Campos, por Jerônimo Bittencourt.

Bibliografia – Poesia completa de Álvaro de Campos, Aquém do eu, além do outro de Leyla Perrone-Moisés Fernando Pessoa e Freud, Diálogos Inquietantes – Nelson da Silva Júnior


Jeronimo Bittencourt (São Paulo/Florianópolis, Brasil, 1982) Poeta, bailarino e pesquisador do Parkour. Coordena o Contrafaccionistas – Campo de Investigações Poéticas, em parceria com a Revista Philos. Publicou o livro Procedimentos para queda (Ed. Córrego, 2017), Linha de Fuga (Contrafaccionistas, 2019), em parceria com Josiane Cavalcanti, e organizou o zine Brusca (Contrafaccionistas/Philos, 2020). Em 2016 começou a ministrar as oficinas de movimento e escrita Poesia como procedimento para dança e Poesia sem fim – esta última também para idosos. Praticante de parkour desde 2004 e pioneiro na prática de Parkour com idosos no Brasil. É bailarino na cia. GRUA desde 2010.