A 2ª Mostra Cinemas do Brasil – No mundo de 2020 acontece em formato virtual e conta com 46 filmes e uma websérie sobre cinemas de rua do Brasil, que poderão ser assistidos de forma gratuita até 31 de dezembro no site da Mostra Cinemas do Brasil.

Uma programação paralela está sendo realizada também no portal da Mostra Cinemas do Brasil através de encontros com realizadores que promovem o debate sobre a situação desses monumentos arquitetônicos. O site Apostila de Cinema, parceiro desta edição do evento, realiza também diversos encontros com realizadores dos filmes através do Apostila Convida, um programa web que permite uma aproximação entre realizador e espectador. 

A segunda edição da mostra apresenta um panorama de curtas-metragens, em sua maioria documentários que buscam homenagear os cinemas de rua do país, além de propor uma discussão sobre a atual situação desses monumentos arquitetônicos que, em grande parte, estão de portas fechadas e sem nenhum tipo de reparo ou manutenção. A mostra temática tem por objetivo tornar os cinemas de rua os protagonistas das histórias na tela, promove a discussão sobre a existência desses monumentos e contempla produções de várias cidades do país. 

A programação conta com quarenta e um curtas, cinco longas metragens e uma websérie distribuídos em nove programas: Mulheres Gravando!, Cinemas de Rua em Tempos de pandemia, Cinemas do Interior, É Fazendo que se Aprende, Personagem de Cinema, Cinema de Rua Porque Te Quero, Mais Tempo na Poltrona, Cinemas de Rua em série e Quando a sala de projeção vira personagem, este último, com filmes da mostra anterior. Um recorte especial com filmes desta segunda edição está sendo exibido no modelo Drive In, na cidade de Aracaju (SE), em parceria com o Curta-se 20 – Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe. 

A primeira edição da Mostra Cinemas do Brasil intitulada ‘Quando a sala de projeção vira personagem’ aconteceu de fevereiro a julho de 2019, em mais de 40 cidades brasileiras e exibiu 24 filmes sobre cinemas de rua do país, com abertura no Cinema Olympia em Belém (PA), por sua importância histórica e por ser o mais antigo cinema de rua do país em funcionamento. Foi  exibida também em Nazaré, no Majestoso Cine Rio Branco, cinema de rua de 93 anos, que teve oportunidade de exibir sua própria história na tela. Diversos cineclubes, escolas e universidades do Brasil receberam a programação da mostra de filmes que exibe exclusivamente obras sobre cinemas de rua. Um recorte da Mostra Cinemas do Brasil foi exibido também na televisão através da TVE Bahia/IRDEB, onde esteve em cartaz por 5 semanas. Em Israel, a Mostra Cinemas do Brasil foi realizada em duas sessões no Centro Cultural Brasileiro em Tel Aviv. 

O projeto Mostra Cinemas do Brasil é idealizado e coordenado por Eudaldo Monção Jr. e é uma produção (Memorabília Filmes). A curadoria foi realizada por Eudaldo Monção Jr, diretor dos filmes Cine Rio Branco, Recordações de ontem e Os cinemas do Brasil em tempos de pandemia e por Priscila Urpia, curadora integrante do Coletivo #CineRuaPE, Cineclube CineRua e do Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco.

Confira a programação completa da 2ª Mostra Cinemas do Brasil

Terça (15) | Disponível a partir das 18h no site da mostra
2º Encontro com realizadores

Programa Mulheres Gravando!
Filmes sobre cinemas de rua com direção de mulheres

Em busca do cinema no Recôncavo, de Elizabete Sampaio – Santo Antônio de Jesus (BA) 14’45’’
Cine-Fantasma: Assombrações dos cinemas de rua, de Paola Barreto – Rio de Janeiro (RJ) 15’09’’
Madrigal de memórias, de Patrícia Moreira – Vitória da Conquista (BA) 15’27’’
Sessão Especial, de Gabriela Queiroz – Fortaleza (CE) 15’00’’

Programa Cinemas de Rua em Tempos de pandemia
Filmes realizados durante a pandemia no Mundo de 2020

Os cinemas do Brasil em tempos de pandemia, de Eudaldo Monção Jr.- Nazaré (BA) 3’
O último cinema de rua, de Marçal Vianna – Nova Iguaçu (RJ) 12’43’’
Recordações de ontem – Eudaldo Monção Jr. e Guilherme Ramos – Nazaré (BA) e Fortaleza (CE) 7’

Programa Cinemas do Interior
Filmes sobre cinemas de rua localizados no Brasil adentro

A grande sala (Cine Rolândia), de Carol Gorla e Daniel Gonçalves – Rolândia (PR) 14’02’’
Do Gramofone à Grande tela, de Carlos César Cesinha – Anápolis (GO) 24’06’’
O Majestoso Cine Palace, de Cibele Sales e Victor Sobral – Juiz de Fora (MG) 14’05’’
Tempo de cinema, de Raphael Barbosa – Penedo e Maceió (AL) 29’41’’
Com o Passar do Tempo, de Fábio Alba – São José dos campos (SP) 31’33’’

Programa É Fazendo que se Aprende
Filmes sobre cinemas de rua realizados em oficinas de formação audiovisual

Pode entrar, direção coletiva oficina documentando – Recife (PE) 06’57’’
Cineclube Majestick, direção coletiva oficina documentando – Recife (PE) 12’13’’

Programa Personagem de Cinema
Filmes sobre personagens em diálogo com os cinemas de rua

O Baú do Zuzu, de Raul Ribeiro – Vitória da Conquista (BA) 17’20’’
O Fantasma de Glauber Rocha, de L.H Girarde  – Vitória da Conquista (BA) 15’45’’
Zagati, de Edu Felistoque e Nereu Cerdeira – São Paulo (SP) 17’53’’
Procurando Rita, de Evandro Freitas – Cachoeira (BA) 07’07’’
O contador de filmes, de Elinaldo Rodrigues – João Pessoa (PB) 15’07’’
Vida Fuleira – o Artista de Rua e a Bailarina, de André Sampaio – Fortaleza (CE) 11’26’’
Calma Monga, Calma!, de Petrônio de Lorena – Recife (PE) 19’00’’

Programa Cinema de Rua Porque Te Quero
Filmes sobre cinemas de rua que estão gravados na memória

Cinelândia Capixaba, de Bruno Leonardo de Lima – Vitória (ES) 11’57’’
Arroz Feijão e Cinema, de Léo Barros – Rio de Janeiro (RJ) 29’49’’
Cine Passeio, de Vitor Sawaf – Curitiba (PR) 21’59’’
Os olhos do Pianista, de Frederico Pinto – Porto Alegre (RS) 04’47’’
Sem créditos no final, de Eduardo Dall’Agnol – Porto Alegre (RS) 07’15’’
Cinema Império, de Hugo Coutinho – Recife (PE) 26’09’’

Programa Mais Tempo na Poltrona (longas-metragens)
Filmes de longa-metragem sobre personagens de cinema

Um filme de Cinema, de Walter Carvalho – Rio de Janeiro (RJ) 110’
Entre uma pipoca, um beijo e um drops Dulcora, de Alfredo Alves – Belo Horizonte (MG) 50’
O homem da cabine, de Cristiano Burlan – São Paulo (SP) 79’
Tempo de Projeção, de Tiago Monteiro – Nilópolis (RJ) 79’
O cinema de seu Duca, de Edivaldo Moura – Castanhal (PA) 89’

Programa Quando a sala de projeção vira personagem
Recorte especial com filmes da primeira edição da Mostra Cinemas do Brasil

Cine Rio Branco, de Eudaldo Monção Jr. – Nazaré (BA) 17’33’’
Entre Andares, de Aline Van der Linden e Marina Moura Maciel – Recife (PE) 14’50’’
Cinema, Onde Você Está?, de Edvaldo Santos – Caruaru (PE) 15’00’’
Cine Centímetro, de Dannon Lacerda – Valença (RJ) 15’27’’
A Morte do Cinema, de Evandro de Freitas –  Cachoeira (BA) 19’36’’
Casa sem janela, de Juliette Yu-Ming, Marcelo Engster, Vitor Kruter-Rio de Janeiro (RJ) 13’04’’
Uma balada para Rocky Lane, de Djalma Galindo – Arcoverde (PE) 20’00’’
Cine S. José, de William Tenório – Afogados da Ingazeira (PE) 11’30’’
Extintos Cinemas, de William Tenório – Sertão do Pajeú (PE)13’06’’
Cine São Vicente, de Kleber Camelo – São Vicente Férrer (PE) 23’45’’
Victor vai ao cinema, de Albert Tenório – Olinda (PE) 11’20’’
O que se memora, de Caio Dornelas e Ernesto Rodrigues – Zona da Mata (PE) 10’10’’
Cosmorama-Relatos dos cinemas de rua em Caruaru – Caruaru (PE) 14’05’’
Cine Vaz Lobo, de Luiz Claudio Lima – Rio de Janeiro (RJ) 06’09’’

Programa Cinemas de Rua em série
Programa especial com 09 episódios da websérie

Os cinemas de rua de Juiz de Fora, de Valéria Fabri – Juiz de Fora (MG)

Episódio 1 –  Ir ao cinema 03’59’’
Episódio 2 – Cine Palace 06’15’’
Episódio 3 – Cine-Theatro Glória 04’42’’
Episódio 4 – Cine-Theatro Central 05’27’’
Episódio 5 – Cine Festival 04’26’’
Episódio 6 – Cine-Theatro Popular 07’03’’
Episódio 7 – Cine Paraíso 06’00’’
Episódio 8 – Cine São Luiz 06’01’’
Episódio 9 – Cine Excelsior 07’16’’


Serviço

O quê: 2ª Mostra Cinemas do Brasil – No mundo de 2020
Quando: De 1 a 31 de dezembro de 2020
Onde: Exibições gratuitas em www.mostracinemasdobrasil.com.br