A Philos tem a alegria de anunciar a chegada do livro Devaneios do Desejo, da artista visual Ariane Oliveira. A obra acompanha a abertura da exposição homônima na Calafia Art Store, com curadoria de Érica Saraiva. No livro, poesia, fotografia, gravuras e ensaios se costuram em uma viagem narrativa pelo corpo e pela linguagem a partir de uma abordagem que dá lugar ao olhar sobre a multiplicidade étnica e a não-binaridade de gênero.

O projeto é a estreia da Calafia Art Store em exposições com realidade virtual e o primeiro projeto da Philos com apoio da Lei de Incentivo à Cultura e Lei Rouanet. O lançamento do livro “Devaneios do Desejo” ocorrerá no dia 13 de abril às 19h no instagram da artista, da Calafia e da Philos. O evento contará com a participação da artista, da curadora, dos editores da Philos e da Calafia e da professora e pesquisadora Luciana Tomic. Acesse o conteúdo da mostra clicando AQUI. O texto de curadoria pode ser lido abaixo:

Que paisagens preenchem seu silêncio? A presente exposição trata do percurso poético trilhado pela pesquisadora e artista visual Ariane Oliveira. Graduada em Direito e Mestre em Poéticas Visuais (PPGAV/UFRGS), a artista apresenta uma série de trabalhos desenvolvidos entre 2016 e 2020, através dos quais é possível entrever o entrelaçar entre poética visual, pesquisa teórica e prática política. 

Enquanto o lançamento contíguo do livro nos convida a acompanhar o amadurecimento desse processo, os trabalhos expostos mostram mais do que parte do percurso de experimentação e aproximação das representações do corpo feminino em diferentes linguagens: remetem também aos trânsitos e paisagens que modificam nossa percepção do mundo, expandem o horizonte dos nossos desejos.

Os registros fotográficos sinalizam a importância das experiências coletivas para as elaborações da artista, reivindicando um afeto coletivo contraposto a ideia da autonomia total do artista em relação ao contexto em que se insere. Porém, não se limitam a uma função documental, materializam camadas e sobreposições que vão além de uma tentativa de totalizar uma visão sobre o mundo. Em seus trabalhos, paisagem e corpo se unem afetivamente pela deriva poética em textos e imagens. 

Tal aspecto, mais evidente no livro, remete ao olhar em retrospecto para as experiências que constroem sua mirada como artista e escritora. De modo que demonstram a interdependência entre palavra e imagens na tentativa de dar forma a um imaginário que é também influenciado pelos processos coletivos de construção dos papéis atribuídos às mulheres. Enquanto o livro manifesta a vontade de transbordar os limites impostos pelas palavras – enquanto forma de expressão – aponta os limites da imagem – enquanto representação. 

Poesia enquanto modo de dar forma ao diálogo entre corpo, memória e imagens oníricas que surgem quando nos impelimos ao desconhecido. Transitar entre vestígios de memórias, caminhos e sonhos. Tornar a esquecer. Permitir um sentido novo como testemunho da perseverança em resistir. Apesar de. Seguir criando raízes profundas nas frestas. Uma deriva que inspira a compreender nossas paisagens e tempo internos, e reforça nossa recusa em habitar um lugar unívoco desafiando o achatamento das nossas práticas políticas e poéticas.

CLIQUE E LEIA!

Sem mais delongas, leia o livro “Devaneios do Desejo”, de Ariane Oliveira. Os exemplares estão disponíveis para compra em nossa lojinha.

Devaneios do Desejo
um livro exposição de Ariane Oliveira
Casa Philos (Outono, 2021)
Ariane Oliveira cursou artes visuais no Instituto de Artes da UFRGS, onde também concluiu sua formação no mestrado na mesma área. Dedica-se à pintura em aquarela e ao desenho em nanquim, voltando sua atenção para a observação de corpos, ervas e plantas medicinais. Vive e trabalha em Porto Alegre.