procedimento #4
Pois, o que é tudo, senão o que pensamos de tudo?

A proposta de responder perguntas que estão em poemas é também um exercício contínuo dos “Contrafaccionistas”, quase uma obsessão. Essa investigação, aparentemente pueril, é um dos tantos procedimentos que exploramos em direção à ideia ambiciosa de  repensar a tarefa de pensar o mundo, incitada por Hilda Hist.

Para o procedimento #4, convidamos Álvaro de Campos, Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Hilda Hilst e Wislawa Szymborska a atravessarem Antônio, Bibi, Cibely e Linna com perguntas urgentes.

Partindo de uma pergunta de Álvaro de Campos, a escolha dessas perguntas foi sendo feita à medida que as respostas chegavam. Cada pergunta teve um tempo mínimo de 24 horas para ser respondida, insistindo na ideia de uma entrevista que se dilate no tempo, na tentativa de abrir outros campos de percepção e reflexão a partir da pergunta-poema. Foram 7 perguntas, as mesmas para cada convidado, e o resultado você confere nessa série de 7 vídeos que começa hoje.


Linna Karo é cantora, compositora, dançarina, pesquisadora. Graduada em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo e formada no Somatic Voicework™ The LoVetri Method, desenvolvido por Jeanie LoVetri. Estudou canto com a professora Joana Mariz e é também doutora em performance vocal (Unesp). Lançou seu primeiro disco solo, “Aos Homens”, com um show que é resultado de sua pesquisa sobre o atravessamento de linguagens, colocando a palavra e a presença cênica em primeiro plano, e entregando uma performance que explora gesto e significado, além de arranjos e formatos de canção inovadores. Estuda algumas técnicas corporais, como Chi Kung, Kinomichi, Contato Improvisação, Dança, e Improviso Cênico.

Cibely Zenari é poeta, cantora, performer, psicóloga e psicodramatista. Trabalha no SUS. Autopublicou os zines Tril’Orgia (2016-18). Autora da série multilinguagem “Eufemismos”, composta por cartazes com sangue menstrual, performance e produção de objeto poético. É vocalista e compõe a banda Macabea. Publicou o livro de prosas “Gota” (2021), pela Editora Urutau; o livro “12 Contrações: Guadalupy” (2018), pelo selo Doburro; e os livros online “Cartas de amor demais” (2019) e “Livro Impostor” (2020), pela Erra Publicações. Também publica sob os pseudônimos Clara Zopa e Giulia Honey nas redes sociais.

Bibi é formada em cinema, atuou em diversos departamentos da área, e também de grandes (ou EM GRANDES?) eventos. Em 2018, se juntou ao time do Fronteiras do Pensamento. Criou a série “Cozinha Apocalíptica da Bibi” no Instagram para mostrar seus dotes culinários em meio à pandemia. É apaixonada por cinema, música, artes e literatura.

Antonio Miano é diretor, ator, roteirista e performer.