Caríssimos leitores, continuamos em tempos de transformação, adaptação e conversão. E diante de tantas mudanças geradas pela pandemia do corona vírus, foi possível perceber que o beija-flor, tema da 5ª edição do Concurso de Haicai de Toledo, assim como outros animais, em nada alterou o seu ritmo nesse período. Indiferente a tudo que o cerca, continua em busca do néctar das flores, e do alimento de seus “pimpolhinhos”, embelezando a natureza.

Publicamos, com satisfação, os poemas classificados, com os respectivos haigas criados pela artista plástica Edy das Graças Braun, fundadora da cadeira número 11 da Academia de Letras de Toledo – ALT. À artista, o nosso reconhecimento pela beleza da arte.

Aos classificados, os nossos parabéns, e agradecimento por confiarem sua produção ao concurso. Aos demais colaboradores, fica a gratidão pelo prestígio, e o convite para participarem na edição 2022 do concurso. 

Agradecemos à Revista Philos por divulgar e angariar 210 inscrições no certame; à Unioeste, pelo apoio institucional; ao Clube da Poesia de Toledo e ao Grêmio Haicai Sakura, pela parceria nas oficinas de Introdução ao Haicai; à prefeitura municipal de Toledo e sua Secretaria da Comunicação Social pela criação da arte de divulgação; à criadora da arte, Mariana Leonardo Matsuo, Coordenadora da Secretaria da Comunicação e ao Secretário Municipal de Comunicação, Oscar de Jesus Gaspar (Toledo). 

Agradecemos igualmente à comissão avaliadora: Teruko Oda (Grêmio Haicai Ipê – São Paulo) Débora Tavares (Grêmio Haicai Ipê – São Paulo), Dorotéa Iantas Miskalo (Grêmio Chão dos Pinheirais – Irati-PR) e Vanderlei Kroin (Mallet-PR), pelo compromisso voluntário exercido em prol da cultura e do crescimento da poesia. 

Lucrecia Welter Ribeiro
Presidente da Academia de Letras de Toledo – ALT
Coordenadora do Grêmio Haicai Sakura


Melhor Haicai Internacional

Beija-flor na janela –
entre nós a cortina
movida pelo vento
1° lugar – Clara Toma (Romênia)

Melhor Haicai Nacional

Pinceladas rápidas
no azul da manhã de sol –
Voo do beija-flor.
1° lugar – Carlos Alberto Bittar Filho (São Paulo, SP)

Cai a chuva fina –
Em visita inesperada
chega um beija-flor
2° lugar – Taís Assunção Curi Pereira (Santos, SP)

Deitado na rede,
me perco entre as lembranças.
Baila o beija-flor.
3° lugar – Antônio Seixas (Magé, RJ)

Parado no ar,
beija-flor sugando o néctar ― 
A flor nem se move.
4° lugar – Paulo Cezar Tórtora (Rio de Janeiro, RJ)

No caramanchão,
a visita do beija-flor –
Câmera a postos!
5° lugar – Maria Cristina Chinen Robertson (Santos, SP)

Sombra fugaz
O beija-flor na janela
rumo ao bebedouro
Menção honrosa – 
Carlos Martins (São Paulo, SP)

Tão poucos segundos
entre chegada e partida
Voa, colibri…
Menção honrosa – 
Mônica Silva de Sá Monnerat (Santos, SP)

Dourada manhã —
Iluminado o voo
de um beija-flor.
Menção honrosa – Fernando de Azevedo Alves Brito (Vitória da Conquista, BA)

Entre tantas flores
qual delas escolher?
Beija flor em voo
Menção honrosa – Clara Sznifer (Santos, SP)

Melhor Haicai do Estado do Paraná

O beija-flor
a bicar, de leve, a flor.
Reflexo em rio.
1° lugar – Paulo Freitas de Medeiros (Curitiba, PR)

Corredor da casa,
entra e sai o beija-flor
pela mesma janela
2° lugar – Josnéia Aparecida Marcondes (Irati, PR)

O bico na flor –
minúsculo beija-flor
suspenso no ar.
3° lugar – Celia Terezinha Neves Vieira (Irati, PR)

Final de estação
O ninho de beija-flor
balança vazio
4° lugar – Alvaro Posselt (Curitiba, PR)