Apresentamos dois poemas de Louise Ramas, de seu livro Só dou flores aos vivos que não têm pressa. O poemário é um dos 5 livros escritos por mulheres que foram destaques do portal Terra em 2021. A poesia da autora é acompanhada de colagens do artista plástico Lucas Fonseca.

Amor não tem sinônimo
Até parece palavra
Que caiu do céu
Pois desejo é passageiro
Romance é soberbo

Vou reescrever o dicionário
Mesmo que não rime
E se torne um clichê
Vou colocar nossos nomes como significado

Não importa o que dizem os italianos
Café bom é com açúcar
Doce
Forte
Quente
Não me importo com as notas
Cítricas e frutadas
De amarga já basta a vida

Só tomo café amargo se for com você


Louise Ramas nasceu em São Paulo, é escritora e Só dou Flores aos vivos que não têm pressa é o seu primeiro livro, publicado pelo selo editorial da Casa Philos.