O Museu do Pontal fará um Arraiá no dia 9 de julho de 2022, com entrada gratuita, das 10h às 22h, com brincadeiras, jogos, quadrilha, comidas típicas, um show de Lia de Itamaracá, e apresentação de Pedro Miranda e Forró da Gávea, entre outras atrações. Em formato de festival, o evento comemora o ciclo iniciado na histórica festa julina de 2019, que marcou a grande retomada do Museu do Pontal, que culminou na inauguração da nova sede na Barra da Tijuca, em outubro de 2021.

Além de Lia de Itamaracá, ativa aos 77 anos, e considerada a mais emblemática cirandeira do país, virão de Pernambuco outros importantes artistas populares. Mestre Zé Borba, que interpreta o personagem Mateus, no Cavalo Marinho Boi da Garoa, vem comandar uma oficina desse folguedo, um variante do bumba-meu-boi composta por música, dança, poesia, coreografias, loas e toadas. Já a Mestre Ana Lúcia do Coco [patrimônio vivo de Pernambuco], de Amaro Branco, Olinda, comandará uma roda de coco.

Pedro Miranda e Forró da Gávea animarão a festa a partir das 17h, e, antes, a orquestra de viola Caipirando, com mais de 30 músicos e regência de Henrique Bonna, farão uma celebração do Brasil profundo.

A equipe de arte-educadores do Museu do Pontal se encarregará de atividades como um Auto do bumba meu boi, um teatro de Mamulengo, uma oficina de confecção de bandeirinhas juninas e chamarão o público para participar da imperdível quadrilhaO educador Tetê Nahas também estará no Museu para comandar brincadeiras julinas, como argola, pescaria, bola na lata, boca do palhaço, rabo no burro. O festival julino terá ainda diversas barraquinhas com comidas e bebidas típicas

arraiá no museu do pontal

10h — Auto do bumba-meu boi
11h — Apresentação das crianças das Escolas Cria com Cavalo Marinho e Vira Virou com cânticos de lavadeiras, coco e ciranda
12h — Ciranda com o público
12h30 — Teatro Mamulengo
13h às 19h — Brincadeiras juninas com Tetê Nahas
14h — Oficina de bandeirinhas
14h30 — Oficina com Mestre Zé Borba, o Mateus do Cavalo Marinho Boi da Garoa, de Aliança, Pernambuco
15h30 — Roda de Coco com Mestre Ana Lúcia do Coco do Amaro Branco, de Olinda, Pernambuco
16h30 — Orquestra de viola Caipirando
17h — Pedro Miranda e o Forró da Gávea
18h40 — Brincadeiras juninas com o educativo do Museu
19h — Quadrilha profissional Paz e Amor
19h40 — Quadrilha com o público
20h — Pedro Miranda e o Forró da Gávea
21h — Lia de Itamaracá

“novos ares! pontal reinventado” 

Além da Festa de Junina, o público poderá visitar na nova sede do Museu do Pontal a exposição Novos Ares. Referência internacional em arte popular brasileira, com mais de nove mil obras de 300 artistas – o maior acervo do gênero –, e de relevância reconhecida pela Unesco, o Museu do Pontal está desde outubro de 2021 instalado em um terreno de 14 mil metros quadrados, próximo ao Bosque da Barra e ao lado do condomínio Alphaville Residências, com dez mil metros quadrados de área verde, onde estão plantadas dezenas de milhares de mudas de 73 espécies nativas brasileiras. “Novos Ares! Pontal Reinventado” abrange mais de 2 mil obras, além de conteúdos audiovisuais, como o jogo digital interativo de danças brasileiras, em que o participante aprende passos de frevo, jongo, carimbó, chula ou funk.

O Museu do Pontal abriga ainda a cafeteria Divino Café e a loja de arte popular brasileira GIM Galeria Imaginária, com obras e peças de design de artistas populares contemporâneos. O Museu do Pontal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, tem como patrocinador estratégico o Instituto Cultural Vale, e como patronos o BNDES, Itaú, Repsol Sinopec Brasil, e ainda a Prefeitura do Rio.


Serviço: Arraiá do Museu do Pontal
9 de julho de 2022, das 10h às 22h
Museu do Pontal
Avenida Célia Ribeiro da Silva Mendes 3.300, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, CEP 22790-711
[ao lado do condomínio Alphaville Residências]
Quinta a domingo, das 10h às 18h [o acesso às exposições se encerra às 17h30, meia hora antes do horário de fechamento do Museu]. Ingressos gratuitos pelo Sympla.