Reavivar e celebrar a trajetória de um espaço dedicado às imagens em movimento é o propósito do livro-arquivo ‘bcubico’, que será lançado no próximo dia 30 de agosto no Recife, no Teatro do Parque, às 18h30. Com organização de Edson Barrus e yann Beauvais, a publicação reúne experiências e artistas do espaço homônimo ativo no Recife entre 2011 e 2015. A programação de lançamento conta com distribuição gratuita da versão impressa do livro e apresentação da vídeoinstalação “Line describing a cone” de Anthony McCall.

O livro trilíngue [português, inglês e francês] é gestado em torno da experiência do espaço ‘bcubico’ criado pelos artistas Edson Barrus e yann beauvais, que existiu por quase cinco anos na capital pernambucana. A publicação tem por objetivo atestar a importância de uma experiência inédita no campo da exibição e compartilhamento de formas de arte contemporânea, questionando uma história comum dos espaços expositivos. O livro reúne textos de Ana Lira, Anthony McCall, Edson Barrus, eRikm, Jean-Michel Bouhours, Keith Sanborn, Malcom Le Grice, Matthias Müller, Nathalie Magnan, Peggy Ahwesh, Recombo, Ricardo Ruiz, Thomas Köner, yann beauvais, Ж e outros atores culturais.

A obra conta com textos analíticos, reflexões e testemunhos, e transcrições de determinadas intervenções, entre as 17 exposições, 29 encontros e 110 palestras viabilizadas no e pelo espaço. “O livro ‘bcubico’ é um projeto que pensamos para celebrar o laboratório que eu e o Edson criamos em 2011 no Recife. Eram exibidos filmes, ministrava-se cursos de cinema experimental, atividades pedagógicas de cinematografia, era uma relação com filmes, vídeos e arte digital”, explica beauvais. “A publicação é um eco manifesto da dinâmica do espaço, como um campo de experiência, mas também um lugar de excelência em apresentações através de textos, depoimentos, histórias e fotos”, aponta Barrus.

Em 2021, o livro ganhou pré-lançamento em formato de live, integrando a programação do VII Festival Dobra — Festival Internacional de Cinema Experimental. A live contou com acesso livre pelo YouTube e Facebook do MAM Rio — Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Na ocasião, os organizadores compartilharam sobre o processo de construção e organização do material, apresentando um preview do conteúdo. A versão digital de “bcubico” e live de pré-lançamento estão disponíveis gratuitamente no site https://bcubico.com/.

Vídeoinstalação “Line describing a cone” de Anthony McCall – Montada originalmente em 1971, a apresentação de Anthony McCall com duração de 30 minutos (em looping), trabalha abertamente com a dimensão háptica do cinema. A luz e a projeção, dois dos elementos constitutivos mais básicos do cinema, não são mais os meios transparentes que codificam a imagem figurativa e a tornam visível: eles são a figuração da própria imagem e ganham em tangibilidade ao passo que podem ser acessados tatilmente pelos espectadores, que são incentivados a deambular pelo espaço expositivo.

bcubico

‘bcubico’ conta com organização de Edson Barrus e yann beauvais; coordenação editorial de Ж (.txt texto de cinema); produção da Experimento Produções; produção de Rose Lima; design de Carla Lombardo; tradução por Cida Sá Leitão, Catarina Schlee Flaksman, Edson Barrus, Lucas Murari, Mabuse, Maria do Carmo Nino, Pedro Palhares, yann beauvais, Yuri Yaz e Walter Vector; revisão de Antoine Idier (francês e inglês) e Fernanda R. Braga Simon ( português). Tem incentivo do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura e conta com apoio da CEPE – Companhia Editora de Pernambuco, que estará com estande de vendas no Teatro do Parque.

bcubico – B3

Dirigida por artistas entre 2011 e 2015 no Recife, foi uma iniciativa privada aberta e acessível, dedicada à demonstração, exibição de filmes experimentais, videoartes, trabalhos de arte digitais e performativos, por meio de exposições, laboratórios, reuniões e formações, em suas instalações ou em parceria com diversas instituições locais e internacionais (MAMAM, Portomídia, Sesc, Museu Murillo La Greca, Centro do Design da Universidade Federal de Pernambuco, Festival de Inverno de Garanhuns, Cesar, Centro Georges Pompidou, Espace Multimedia Gantner, Light Cone, Wexner Art Center, Consulado Geral da França no Nordeste e diversos artistas). Possibilitou a descoberta de obras, promoveu encontros com artistas estrangeiros, nacionais e pernambucanos, e também disponibilizou livros, vídeos e obras digitais contemporâneas, através de um centro de documentação.

edson barrus

Artista multimídia, doutor em Psicologia Clínica da PUC – SP, mestre em História da Arte/Linguagens Visuais, fundou e supervisionou de 2002 a 2006 o espaço de autonomia experimental ‘Rés do Chão’ no Rio de Janeiro. É propositor do projeto ‘Imburana, Açúcar Invertido’ e do projeto ‘Cão Mulato’. É editor da revista ‘Nós Contemporâneos’ Library Daros-latinamerica, publicou nas revistas ‘Item’, ‘Lugar Comum’, ‘Arte & Ensaios e Global Brasil’ e ‘Gruppen’. Atua como ArtTrainee dinamizando a circulação de ideias e fomentando a reflexão sobre processos de criação. Cofundador e curador, entre 2011-2015, juntamente com yann beauvais, do espaço B3 no Recife. Livros organizados: yb150213(2014) e arTTrainee (2017). 

yann beauvais

Cineasta, crítico e curador independente. Escreve regularmente na revista Gruppen, França. Atuou na curadoria de diferentes museus e festivais. Realizou mais de cinquenta filmes e vídeos desde os anos 70. Trabalha com Instalações e performances desde os 80. Alguns de seus trabalhos integram as coleções do MOMA-NY, Centre Georges Pompidou – Paris, Cal Arts-Los Angeles, Art Gallery of Ontario- Toronto, Cinémathèque de Jerusalém etc. Fundou em 1982 a cooperativa de distribuição de filmes experimental ‘Light Cone’, Paris. Em 1983, criou a revista ‘Scratch, e SCRATCH Projection’ – espaço de projeção de cinema experimental e vídeo arte em Paris. Em 2011, co-fundou com Edson Barrus o espaço BCUBICO no Recife. Em 2022 lançou o livro ‘yann beauvais : Agir le cinéma – Les presses du réel’.

bcubico

 


Lançamento do livro bcubico [versão impressa] com distribuição gratuita + vídeoinstalação “line describing a cone” de Anthony McCall. No dia 30 de agosto às 18h30 no Teatro do Parque, que fica na Rua do Hospício, 81, na Boa Vista, bairro do Recife (PE). A entrada é gratuita http://www.bcubico.com