Revista Philos lançará Casa Philos e Carta de Participação Cidadã por um Brasil de Leitores

A Philos – Revista de Literatura da União Latina se torna uma das apoiadoras da Secretaria-Geral Ibero-americana – SEGIB que, desde 1991, trabalha por uma Ibero-américa plural, com mais inclusão social e igualdade entre mulheres e homens.

Por intermédio do Laboratório de Inovação Cidadã pela Paz (LABIC), seremos um dos ouvintes da XXVI Cúpula Ibero-americana que acontece entre os dias 15 e 16 de novembro de 2018 na Guatemala. E queremos usar esse momento de debate para convergir em ideias e propostas de trabalho que permitam o desenvolvimento social de nossas comunidades a partir da promoção dos vínculos históricos, culturais, sociais, linguísticos e artísticos entre os países ibero-americanos e neolatinos para valorização da diversidade entre seus povos.

Através da Casa Philos, desenvolveremos a Carta de Participação Cidadã por um Brasil de Leitores. Esse documento escrito na coletividade, e contendo direcionamentos alcançáveis para a ampliação do acesso à leitura no Brasil, será entregue durante a XXVI Cúpula Ibero-americana aos representantes dos 22 países que formam parte da Comunidade Ibero-americana: os dezenove da América Latina falantes de espanhol e português, e os da Península Ibérica: Espanha, Portugal e Andorra.

A Casa Philos é uma residência itinerante para festivais literários, um espaço de reflexão, troca de saberes e aprendizados, expansão da cultura e da literatura com uma programação para diferentes públicos e integração entre a arte literária e artes visuais. Entre as atividades da casa está o lançamento da segunda edição impressa da revista no dia 5 de maio durante o Flipoços, em Minas Gerais.
Para além da promoção de mesas de diálogos acerca da democratização das artes e da literatura, a Casa Philos vai trazer ao cerne de suas discussões temas como políticas culturais, sustentabilidade, literatura negra contemporânea, literatura indígena latino-americana e questões da latinidade, debates constantes nas páginas da Philos. Nossa programação contará com atividades relacionadas ao campo da cultura, literatura, artes, política pública e participação cidadã, diversidade, identidade e memória, patrimônio, economia da cultura e economia criativa.

Queremos falar dos nossos anseios, do acesso à educação básica, da preservação da cultura dos povos originários, da transformação que a literatura e as artes podem realizar na vida das pessoas, e do que nós – como veículo de expansão e democratização das línguas neolatinas – podemos fazer para impulsionar a Cooperação Ibero-americana no âmbito da educação, da coesão social e da cultura, juntamente com nossa comunidade de leitores e colaboradores.

Nossa campanha será lançada na estreia da Casa Philos durante a X Festa Literária de Santa Teresa – Flist, no Rio de Janeiro, e da XIII Feira Nacional do Livro de Poços de Caldas -Flipoços.

Somos diferentes, e isso nos enriquece; somos iguais, e isso nos une.